O que são Martechs e o que vem por aí no marketing

O que são martechs?

Essa é uma excelente pergunta para qualquer gestor interessado nas grandes tendências do momento.

Trata-se de um termo recente, que está ganhando tração rapidamente.

Da atração à fidelização, o novo caminho do marketing está sendo traçado pelo fenômeno martech.

Essas startups unem as mais avançadas tecnologias às estratégias de marketing, para revolucionar a forma como as empresas geram valor para seus clientes.

Entre as soluções oferecidas, estão plataformas de analytics, ferramentas de automação, CRM, gestão e geração de conteúdos, soluções para redes sociais e muito mais.

As martechs têm em comum a inovação e foco em tendências como Big Data, inteligência artificial, machine learning e realidade virtual.

Por meio dessas tecnologias, pretendem ajudar profissionais de marketing a alavancar os resultados das ações, conhecer melhor seu público e gerenciar estratégias cada vez mais complexas.

Em uma área dominada pelo digital, o mercado das martechs só tende a crescer, e vale a pena ficar de olho nas soluções que vêm por aí.

Reunimos os principais dados do setor, startups de destaque e tendências para você entender esse universo em poucas linhas.

Siga a leitura e dê as boas-vindas ao marketing tecnológico.

O que são martechs

Martechs são startups que usam a tecnologia para solucionar problemas e atingir objetivos de marketing.

Naturalmente, a raiz das soluções de marketing está no mundo digital.

De acordo com o portal Statista, o investimento em marketing digital no mundo chegará a US$ 305 bilhões em 2020.

No Brasil, o segmento fechou 2017 com R$ 14,8 bilhões investidos, segundo a Pesquisa IAB Brasil – Digital Adspend 2018.

Nesse cenário, as martechs surgem para agregar tecnologias avançadas a serviço dos resultados de marketing, com foco total no ambiente online e omnichannel.

Embora o conceito já tenha sido adotado em outros países, mais de 75% dos profissionais brasileiros nunca ouviram falar de martechs, segundo a pesquisa O Mercado de MarTech, da Dot Digital Group.

Em contraste, 96% concordam que o uso da tecnologia é uma estratégia fundamental para criar campanhas que conquistem o consumidor do século 21.

Ou seja, ainda estamos começando a compreender a tendência e adotar as novas tecnologias, em uma fase de transição para a quarta era do marketing.

De acordo com o guru do marketing Philip Kotler, a primeira era teve foco no produto, a segunda, na informação, e a terceira, no cliente como ser humano.

Agora, vivemos o quarto estágio, marcado pela integração entre o mundo online e offline.

Em termos de mercado, a aceleradora Liga Ventures identificou 194 martechs ativas no Brasil em seu levantamento Liga Insights MarTechs.

Ao consultar essa apuração, vale lembrar a diferença entre martechs e adtechs.

As primeiras criam soluções para contribuir com a estratégia, execução e gestão de marketing das empresas, enquanto as segundas são focadas no mercado de publicidade e propaganda.

5 martechs para ficar de olho em 2019

Para compreender mais a fundo o cenário das martechs, vamos acompanhar as startups e empresas que estão se destacando no Brasil e no mundo.

Confira nossa seleção das especialistas em marketing e tecnologia.

Decision 6

A brasileira Decision 6 é uma martech que vem ganhando destaque com sua solução inovadora em inteligência artificial para o varejo, ou “people flow analytics”.

O sistema criado pela startup coleta dados dos clientes que caminham pelas lojas, cruzando as informações com as vendas do estabelecimento.

Assim, os lojistas conseguem mapear o comportamento dos consumidores para melhorar a conversão e aumentar as vendas.

Forebrain

A Forebrain é uma martech do Rio de Janeiro que oferece soluções em neurociência do consumo para compreender a mente dos clientes.

Suas tecnologias são aplicáveis ao desenvolvimento de produtos e marketing, em especial nos processos de branding e estudo do impacto das campanhas.

Social Miner

A Social Miner desponta entre as martechs com uma missão ousada: revolucionar a experiência de compra online e humanizar a relação entre marcas e consumidores.

Para isso, a empresa criou o conceito de people marketing, que soluciona o problema das ferramentas de automação que enxergam pessoas como cookies de navegador.

A plataforma da startup identifica visitantes do site para entender seu comportamento, melhorando a aquisição de leads e aumentando consideravelmente a conversão.

LiveRamp

A LiveRamp é uma martech inovadora de São Francisco (EUA) com escritórios no mundo todo, pioneira em oferecer uma plataforma com visão omnichannel para profissionais de marketing.

A solução da empresa permite a criação de personas exclusivas para cada público-alvo, além de cruzar informações em inúmeras plataformas para organizar o CRM das empresas.

Mention Me

A Mention Me é uma martech londrina que está crescendo rapidamente com sua plataforma de marketing de indicação.

A proposta da empresa é facilitar as campanhas de indicação, um canal ainda subestimado que tem enorme poder de conversão graças ao efeito “boca a boca”.

O que esperar das martechs e do marketing do futuro

O marketing do futuro está sendo moldado pela tecnologia e, consequentemente, as martechs têm um papel essencial nessa transformação.

Vamos conferir as principais tendências que as startups estão engatilhando.

Integração omnichannel

A estratégia omnichannel integra o mundo físico e digital para explorar todas as possibilidades de interação com os consumidores, atuando nos mais diversos canais para criar experiências completas.

A visão holística dos canais é uma tendência generalizada nas martechs, que buscam desenvolver plataformas para ajudar profissionais na difícil missão de integrar todos os dados e consumidores.

Marketing com consentimento

Marketing de permissão diz respeito a estratégias que respeitam o consentimento dos usuários e sua privacidade.

A tendência é que as leis de proteção de dados se tornem mais complexas e os consumidores mais conscientes, impulsionando as martechs a criar soluções que garantam a liberdade dos usuários e solicitem sua autorização.

Conteúdo de valor

O marketing de conteúdo continuará crescendo entre as martechs, como uma das principais estratégias para atrair e conquistar usuários por meio de informações relevantes.

As principais mudanças devem ocorrer no formato do conteúdo e sua adaptação aos novos canais, como estamos acompanhando na ascensão dos vídeos.

Além dessas tendências, as tecnologias de automação e analytics vão continuar avançando em alta velocidade, graças ao progresso da inteligência artificial e machine learning.

É difícil prever aonde vamos parar, mas os caminhos apontam para a combinação das tecnologias avançadas com a humanização, aprimorando a IA para estreitar a conexão com o público-alvo.

Como regra geral, o marketing deve ouvir mais e baixar o tom de voz, prestando atenção às necessidades dos consumidores para criar experiências cada vez mais personalizadas e impactantes.

As martechs, obviamente, estão na vanguarda dessas transformações e devem revelar nos próximos anos até onde a tecnologia vai levar o marketing.

Entendeu melhor o que são as martechs e como elas podem influenciar o seu negócio? Você também está empolgado com essas tendências?

Deixe um comentário e compartilhe este artigo nas suas redes sociais.

Fonte: Blog ContaAzul

Compartilhe:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *