Metodologia Scrum: saiba como usá-la na sua empresa

A metodologia Scrum é uma ótima opção para realizar projetos complexos em uma organização. Apoiada nos conceitos dos métodos ágeis, ela tem o intuito de diminuir o tempo de entrega de produtos e também de se adequar a mudanças com mais facilidade ao longo das etapas produtivas.

Caso você nunca tenha utilizado essa forma de trabalho, não se preocupe: pode aparentar difícil no início, porém a metodologia é relativamente simples de ser aplicada, desde que você compreenda como utilizá-la a seu favor na empresa. Para facilitar, neste artigo, falaremos mais sobre como ela é importante para seu negócio e como utilizá-la. Acompanhe!

O que é metodologia Scrum?

Trata-se de um método que inicialmente era utilizado para organizar, planejar e o gerir projetos referentes à criação de softwares. Todavia, atualmente, é possível encontrar equipes que apliquem a estratégia em vários tipos de projeto. Ao utilizar a metodologia Scrum, você e seu time operarão com um apoio a todas as ações dos participantes, orientando o trabalho, as atividades diárias e a execução das tarefas de forma produtiva.

O fato é que as atividades são divididas em sprints, isto é, em etapas específicas que dizem respeito ao conjunto de ações que precisam ser executadas. Trata-se um método de trabalho realizado a partir de ciclos menores de atividades dentro de um projeto

Cada ciclo é projetado de maneira prévia, sendo formado por um período de tempo predeterminado em que as tarefas devem ser feitas pela equipe. A metodologia Scrum possibilita a potencialização do trabalho em grupo e acompanhamento da evolução do produto, sempre objetivando a qualidade da produção e cumprimento dos prazos estipulados.

Quais são as vantagens de usá-la?

Reduz riscos

O foco dessa metodologia na qualidade faz com que ocorra uma diminuição dramática na quantidade de bugs nos softwares feitos sob essa gestão. É possível detectar problemas logo no princípio devido ao fato de as atividades serem subdivididas em períodos menores de trabalho. Com isso, fica mais fácil realizar as devidas correções de forma rápida, diminuindo os riscos do projeto, evitando o retrabalho e reduzindo custos.

Aumenta o valor que é entregue ao cliente

O fato é que o objetivo das empresas, ao utilizarem softwares instalados nas máquinas dos funcionários ou em seus servidores, é procurar por soluções que sejam capazes de resolver seus problemas e fazer com que elas se tornem mais produtivas e competitivas.

Dessa forma, é possível gerar mais valor aos clientes a fim de se manter sólido no mercado. O SCRUM foca os elementos mais relevantes do projeto, isto é, as características que aumentam o valor que é entregue aos consumidores. As tarefas executadas na organização durante os sprints têm como intuito a otimizando da percepção sobre os serviços oferecidos e o aumento da fidelização.

Um desenvolvimento de produto é oferecido ao cliente a cada reiteração do Scrum (sprint). É necessário que todos os projetos entreguem valor. Porém, é importante ressaltar que você nunca terá como oferecer tudo que o cliente quer, sobretudo quando se leva em conta o prazo que ele solicitou e o orçamento dele.

No entanto, o processo de formar e dar prioridade a um Backlog de Produto faz com que sejam atendidas primeiramente às demandas de maior valor ao cliente, o qual será entregue em partes a cada iteração.

Uma abordagem com stakeholders, como a do Scrum, e o destaque no valor de negócio asseguram uma estrutura voltada para o cliente e não ao software. Lembre-se sempre de que os contratantes não desejam seus softwares em si, mas o valor que é gerado por eles.

Melhora a produtividade da equipe

Algo incrível acontece quando as equipes começam a trabalhar por meio de sprints e releases. Elas deixam de esperar por marcos importantes e passam a comemorar cada sprint finalizada, o que gera gratificação por seus esforços ao longo do projeto e não somente no fim dele.

Isso, bem como a eliminação de desperdícios de tempo e recursos da empresa, faz com que a produtividade aumente, alcançando resultados mais expressivos.

Como usar a metodologia Scrum em sua empresa?

Monte uma equipe

O primeiro passo para usar a metodologia Scrum é montar uma equipe multidisciplinar que realize todas as etapas do desenvolvimento do produto. É aí que é preciso delegar os papéis centrais do Scrum — Product Owner e Scrum Master — e também os outros profissionais que participarão do time. É importante ressaltar que o Scrum Master deve ser uma pessoa com amplo entendimento sobre a metodologia.

Crie um backlog

Depois de montar a equipe, é hora de começar o planejamento no Product Backlog, determinando as funcionalidades do produto e, depois, estabelecendo ordem de prioridade na lista. É essencial ressaltar que, à medida que novas necessidades aparecem, o Product Backlog pode ser modificado ao longo do processo e essas alterações devem ser realizadas pelo Product Owner.

Planeje e inicie os sprints

Logo após, é essencial realizar o planejamento dos sprints de trabalho. Quais atividades serão realizadas em cada ciclo e quem serão os responsáveis por ela? Qual será o tempo de duração, levando em consideração que eles devem seguir um padrão? Esses questionamentos são primordiais para dar continuidade ao processo.

Organize o processo de forma visual

Essa prática auxilia no acompanhamento do andamento, possibilitando a verificação do status de cada tarefa. Para tal, é recomendado utilizar o Kanban, uma metodologia ágil que classifica as tarefas em três fases: o que precisa ser feito, o que está em execução e o que já foi finalizado.

Por fim, adotar a metodologia Scrum em sua empresa pode ser muito útil para agilizar a rotina, conferir eficiência e qualidade aos projetos, simplificar o diagnóstico de problemas e disponibilizar meios para que a equipe os solucione o quanto antes. É uma ótima maneira de melhorar os resultados e ainda reduzir custos.

É importante ressaltar que o Scrum não é somente para programadores e desenvolvedores. Ele pode ser utilizado por qualquer equipe de uma organização que tenha um projeto a ser colocado em prática.

Fonte: Blog Fortes Tecnologia

Compartilhe:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *