Quer saber como obter capital de giro? Confira 5 dicas de como conseguir

O QUE É CAPITAL DE GIRO?

capital de giro

O capital de giro é um investimento que compõe uma reserva de recursos que são utilizados para suprir as necessidades financeiras da empresa ao longo do tempo.

Todos os recursos ficam nos estoques, como investimentos líquidos, os valores em contas bancarias, os pagamentos a receber, e tudo aquilo que pode ser convertido para o cumprimento de obrigações negocias para um bom funcionamento da empresa.

COMO OBTER O CAPITAL DE GIRO?

Para conseguir obter o capital de giro na sua empresa, siga essas 5 dicas:

  1. BUSQUE INVESTIMENTOS;

Monte um plano de negócios bem detalhado e procure investimentos. Seguindo esse passo, pode permitir que tenha mais tempo para se dedicar com a sua empresa sem se preocupar com dificuldades financeiras.

  1. TRANSFORME AS DIVIDAS DE CURTO PRAZO EM DIVIDAS DE LONGO PRAZO;

Esta ação pode beneficiar a sua empresa, pois refinanciar a dívida significa que vai aumentar os números de parcelas e em troca de torná-las mais suaves.

  1. MATENHA EQUILÍBRIO COM O FLUXO DE CAPITAL;

Para manter o fluxo de capital de capital da sua empresa, é preciso ter equilíbrio com os gastos e com os lucros. O setor financeiro fará toda a diferença, se a empresa tiver gastos além dos seus lucros, o capital de giro acabará se esgotando.

  1. APORTE DE SÓCIOS E AÇÕES;

O gestor tem que entrar com recursos mais rápidos de conseguir capitalizar. Um deles é buscar o capital junto com os sócios ou pela venda de ações da empresa.

  1. PARCELE QUANDO PUDER.

Mesmo a sua empresa tenha recursos de caixa para poder comprar à vista, é importante considerar o parcelamento da dívida especialmente quando não envolve juros. Isso faz que não comprometa o capital de giro no curto e médio prazo.

COMO CALCULAR O CAPITAL DE GIRO?

Para calcular o capital de giro, você precisa utilizar o capital de giro líquido (CGL), subtraindo o passivo circulante (PC) do ativo circulante (AC).

calculo capital de giro

  • PASSIVO CIRCULANTE: São todas as despesas e custos fixos, como empréstimos, alugueis, salários e encargos trabalhistas.
  •  ATIVO CIRCULANTE: É toda forma de recursos facilmente convertidos em liquidez, como valores de contas bancárias, contas a receber, aplicações financeiras e entre outros.

 LEIA TAMBÉM: Como administrar bem uma empresa?

Compartilhe:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *